sábado, 26 de janeiro de 2008

GRADUAÇÃO

KRUANG - Kruang Ruang ou Paprachiat

(Neste tópico estamos usando os dois termos como sinônimos, mas para os Tailandeses há um aspecto diferente para cada um dos dois - ver tópico de história)

Um acessório que tem levantado grande interesse (ao menos nos fóruns de internet) é o Kruang, não pelo artefato em si mas sim sobre o aspecto da graduação. Como descrito na página inicial (tópico sobre história do Muay Thai), o Kruang foi inicialmente um amuleto, para os tailandêses não fazia sentido graduar seu lutadores, todos estavam em constante treinamento a aperfeiçoamento, os orientais não possuem (de modo geral) esta idéia de fases “estáticas”, própria do pensamento ocidental, mais especificamente do filósofo e matemático René Descartes, desta forma os mestres se tornavam mestre por reconhecimento popular, não existia um método “rigoroso” para se tornar mestre ou professor de Muay Thai, aqueles que queriam aprender procuravam os centros (GYM) que treinavam os lutadores, os mais velhos e experientes ensinavam os novatos, era necessário pedir para o mestre para que ele o orientasse, diferente do ocidente onde simplesmente vamos a uma academia de “pagamos” nossa mensalidade em dia e treinamos com esse ou aquele professor, sem nem mesmo saber se ele quer ou não nos treinar.
Os ocidentais com sua mania de “níveis” criaram então um sistema de nivelamento, até certo tempo atrás ainda falávamos em faixas de Muay Thai, no entanto como o “uniforme” de Muay Thai (diferente dos kimonos) não utiliza uma faixa na cintura e isso viria a atrapalhar durante a luta, resolveu-se então trocar a faixa pelo Kruang, já que esse sim fazia parte da cultura Thai. Cada federação estabelece seu sistema de graduação, no entanto a maioria delas vem convergindo para um sistema “unico” de cores, apresentado a baixo:
Branco
Branco de ponta Vermelha
Vermelho
Vermelho de ponta Azul Claro
Azul Claro
Azul Claro de pontal Azul Escuro
Azul Escuro
Azul Escuro de ponta Preta
Preto

As cores são na verdade homenagem à Tailândia, com as cores de sua bandeira, acrescido do preto. No entanto, como dito anteriormente cada Federação tem apresentado sua forma, algumas mesclam as cores da Tailândia com as cores do Brasil, ou com outras cores com diferentes significados, algumas Federações até colocam em seus sites como é a prova para passar de um nível para o outro, estabelecendo critérios rígidos. Uma curiosidade que sempre me chamou a atenção é porque a pessoa que me ensinava e me treinava não poderia ser chamada de mestre e sim de professor ou treinador? Depois de algum tempo encontrei uma resposta junto a uma federação estadual que dizia que um professor só se tornaria mestre após formar seu primeiro aluno no último nível (preto), ou seja formar um professor, aí então ele passaria a ser chamado de mestre, nesta mesma federação havia também a titulação de "Grão Mestre" que é dada a um mestre após muitos anos como mestre.
***
P.s.: Em observação a alguns comentários recebidos, este sistema de graduação é o adotado, entre outras entidades, pela Federação Paulista de Muay Thai, http://www.fpmt.com.br/index2.htm botão "graduação" e também pela Confederação Brasileira de Muay Thai CBMT, quanto à primeira parte do texto, sobre o Kruang, temos no livro Muay Thai: The Art of Fighting de Ruerngsa, Charuad e Cartmell (que pode ser baixado no site da Bankokteam):
Os lutadores também utilizam geralmente um cordão em torno de seu bíceps, chamado de Kruang Ruang ou Paprachiat . Estes são dados geralmente ao lutador como desejos de Boa sorte pela família próxima ou por Monges como talismãs de proteção para não se machucarem. Estes armbands são usados durante toda a luta.
A prática de usar Mongkons e Kruang Ruang/Paprachiats acredita-se ter originado durante as idades medievais na Tailândia em que o Thai era utilizado frequentemente na guerra e soldados usavam geralmente uma bandagem na Cabeça e os armbands feitos do material que tivesse um significado especial, tais como um pedaço de pano da roupa dos familiares ou até mesmo cabelos enrolados junto a este. Os artefatos religiosos às vezes pequenos foram envolvidos nestes panos descritos acima e usados como referências de Buddha.
(Muay Thai: The Art of Fighting de Ruerngsa, Charuad e Cartmell, tradução nossa, páginas 21 e 22)

13 comentários:

cristiano disse...

Ótima explicação, simples, curta e direta.

FabioAnsata disse...

citei seu blog em meu orkut.
qualquer problema comenta que eu retiro.
Thai!
Abraço,
Fábio.

Thiago P. disse...

Fique à vontade, quanto mais divulgação melhor!! abs

Leo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Thiago P. disse...

Quanto ao último comentário postado aqui, em tom um pouco ofensivo, e por isso apaguei, peço à pessoa que coloque o que sabe então no seu blog, pagina pessoal, livro, etc... e se não concorda com o que está escrito aqui, ótimo, coloque lá, me mande o link e lerei com muito prazer, e se achar a informação confiável terei prazer em passar adiante, a função do blog é essa... e quanto as discórdias quanto às cores da graduação, o texto já diz, este é UM sistema, no caso o adotado pela CHUTE-BOXE, da qual sou aluno, e de algumas federações... fora o tom irônico da postagem, é muito bom quando as pessoas se manifestam, se for com educação então, melhor ainda...
abs...

J.D. disse...

Muito boa explicação... só um detalhe o nome Kruang é dado a um objeto ( buda) que colocam no Prajeid que é o nome correto para a "faixa" trançada no braço! Vlw! Thai!

Thiago P. disse...

Obrigado JD, já li isto também, numa parte mais histórica comento isso, é que no Brasil este é o nome que tem sido atribuído, desta forma é o significado mais "atual" para o termo, mesmo que não esteja em plena consonância com os tailandeses.. abs

Anônimo disse...

Awesome post. Do you mind if I ask what your source is for this information?

Anônimo disse...

Eu faço muay thai e ñ demostro por esibimentos mais por esporte e dó aula............meu numero +558293345461...........

Anônimo disse...

GOSTEI TINHA DUVIDAS SOBRE ESSA ESCADA DO THAY MAS CONCORDO COM OS ORIENTAIS EM QUE ~COM O TEMPO E CONHECIMENTE SE EVOLUI EM UMA ARTE O ESTADO DE ESPIRITO PODE EVOLUIR LADO A LADO COM A LUTA. UM ABRA E VAMOS PRATICAR

claydy disse...

ola gostaria de saber como faço pra ter minha graduaçao, faço aulas a 1 ano e 3 meses.

Thiago Pedro Pinto disse...

Olá Claydy, tudo bem? As graduações são feitas por Mestres (quem já formou algum preta) , em geral estão ligados a ligas, ou redes de academias.

Aline Barbosa disse...

Muito bom o texto, Thiago, ontem fiz meu primeiro exame de graduação em Piraju, pelo CTB do Boinha! Foi muito legal!